quinta-feira, 27 de março de 2008

~s2 Romantismo s2~


É a busca pelos sentimentos e pela liberdade que entram e que acabam entrando em choque com a realidade humana e muitas vezes gera a insatisfação, a depressão e a melancolia em relação ao mundo incompreendido.

A conseqüência quase sempre é a fuga, essa busca recai sobre a infância, período de pureza, estabilidade e segurança na vida. A criança passa a ser modelo de perfeição, de estado de espírito, de exemplo para a renovação da alma e da sociedade.

Características:

* a valorização dos sentimentos e da imaginação;

* o nacionalismo;

* a valorização da natureza como princípios da criação artística;

* os sentimentos do presente tais como: Liberdade, Igualdade e Fraternidade.





Para viver um grande amor



"Eu não ando só

Só ando em boa companhia

Com meu violão

Minha canção e a poesia



"Para viver um grande amor, preciso

É muita concentração e muito siso

Muita seriedade e pouco riso

Para viver um grande amor

Para viver um grande amor, mister

É ser um homem de uma só mulher

Pois ser de muitas - poxa! - é pra quem quer

Nem tem nenhum valor

Para viver um grande amor, primeiro

É preciso sagrar-se cavalheiro

E ser de sua dama por inteiro

Seja lá como forHá que fazer do corpo uma morada

Onde clausure-se a mulher amada

E postar-se de fora com uma espada

Para viver um grande amor



Para viver um grande amor direito

Não basta apenas ser um bom sujeito

É preciso também ter muito peito

Peito de remador

É sempre necessário ter em vista

Um crédito de rosas no florista

Muito mais, muito mais que na modista!

Para viver um grande amor

Conta ponto saber fazer coisinhas

Ovos mexidos, camarões, sopinhas

Molhos, filés com fritas, comidinhas

Para depois do amor

E o que há de melhor que ir pra cozinha

E preparar com amor uma galinha

Com uma rica e gostosa farofinha

Para o seu grande amor?



Para viver um grande amor, é muito

Muito importante viver sempre junto

E até ser, se possível, um só defunto

Pra não morrer de dor

É preciso um cuidado permanente

Não só com o corpo, mas também com a mente

Pois qualquer "baixo" seu a amada sente

E esfria um pouco o amor

Há que ser bem cortês sem cortesia

Doce e conciliador sem covardia

Saber ganhar dinheiro com poesia

Não ser um ganhador

Mas tudo isso não adianta nada

Se nesta selva escura e desvairada

Não se souber achar a grande amada

Para viver um grande amor!



Vinicius de Moraes








Veja também trechos do filme "Um amor para Recordar":

Um comentário:

Geruza Zelnys de Almeida disse...

O filme q vcs citaram é um dos mais lindos que já vi!
sugiro tb: um som para o coração
bj
G.